Relacionamentos que escravizam

Relacionamentos que escravizam

Relacionamentos que escravizam
5 (100%) 1 vote

 

Algumas Razões que Ajudam as Pessoas ter Sucesso em seus Relacionamentos

Tem um tipo de relacionamento que acaba escravizando, a ponto de nenhuma pessoa conseguir viver a vida no potencial pleno, e por mais que elas se amem, acabam se machucando.

O que iremos explicar aqui sobre esse assunto é aplicável tanto para relacionamentos amorosos como também dentro de dinâmica familiar e profissional.

De um lado você tem a pessoa que realiza demais e de outro lado você tem a pessoa que realiza de menos.

Num relacionamento saudável, as pessoas se realizam num nível FUNCIONAL.

Elas conseguem realizar processos de tomada de decisões, superar dificuldades, são produtivas o suficiente pra resolver as coisas importantes da vida.

Ou seja, a pessoa funciona com autonomia, e consegue cuidar de si próprio.

Quando pensamos em relacionamento saudável, estamos pensando neste nível em que conduzimos de modo satisfatório nossos papéis sociais como pai/mãe, filho/filha, namorada/namorado, esposa/marido, patrão/empregado.

Temos a responsabilidade pelos nossos resultados colhidos.

Porque Algumas pessoas são Escravizadas nos seus Relacionamentos Pessoais

Relacionamentos que escravizam

Saindo dessa faixa saudável, existem aqueles que realizam de menos e aqueles que realizam demais.

Quem realiza de menos é quem não consegue decidir ou fazer nada por conta própria. Se paralisa de medo. Entra em pânico. Fica procrastinando e enrolando.

É a pessoa que se sabota, que tem potencial mas não vai atrás de nada. É aquela pessoa que deixa a vida passar. Não realiza o suficiente pra ter uma vida completa.

Quem realiza de menos não assume responsabilidade pela própria vida e adora culpar os outros por seus problemas.

Demonstra imaturidade, resmunga, tem preguiça pra fazer as coisas, tem medo, acaba se envolvendo com entorpecentes, jogatina ou qualquer coisa que permite uma fuga da realidade.

Relacionamentos que escravizam

Pessoas se Escravizam por Realizarem Demais Dentro de um Relacionamento

E em outro extremo existe as pessoa que realiza demais.

Ela não apenas se responsabiliza pelas próprias escolhas como acha que precisa também carregar o peso dos outros, assume responsabilidade pela vida de quem está ao redor. Conhece gente assim?

Tem pessoas perfeccionistas, que são detalhistas, que buscam a melhoria contínua, são modelos a serem seguidos tanto no trabalho, como na família, na vida comunitária.

São pessoas que gostam de sempre se aperfeiçoar. O lema  é “você melhorando sempre” e isso é muito bom desde que  respeite alguns limites.

O problema é quando esse realizar demais acaba invadindo a esfera do outro.

Querendo socorrer o outros ou querendo iluminar outros com nossas experiência e nosso conhecimento, começamos a dar palpite.

Quando nosso conselho não é aceito, ficamos agitados e preocupados.

Quando nossa ajuda não é seguida com um agradecimento, ficamos ressentidos.

No final das contas, é exatamente esse tipo de socorro prestado que está escravizando a outra pessoa, que vai acabar fazendo de menos e se sentindo inútil

Dê Oportunidade Para que Outros se Desenvolvam e Façam Mais por Conta Própria

Relacionamentos que escravizam

Eu estou dando oportunidades para outra pessoa se desenvolver, se virar por conta própria?

O ideal é ficarmos dentro da nossa faixa de sentimentos. Porque quanto mais extrema é a nossa posição, maior é o tipo de escravidão que acontece com nossos sentimentos

Uma pessoa acaba servindo de estímulo para outra outra pessoa quando realiza de menos, quem realiza de menos aparenta que está pedindo socorro para a outra pessoa realizar demais.

E daí quem realiza demais vai limitar a  outra pessoa. Isso piora ainda mais o lema é a de que “eu não consigo viver sem você”.

Acontecem essas chantagens emocionais. Talvez até seja uma sincera percepção de que a vida não é possível sem o outro, já que os papéis são complementares.

E isso abre várias perguntas. Será que neste caso você realmente ama a pessoa ou ama o papel que ela está exercendo?

Será que este drama está trazendo os picos emocionais que ajudam a se sentir melhor? Pra responder a tudo isso é necessário se conhecer melhor e desenvolver maturidade e compreensão um do outro.

Gostou dessa Informação? Compartilhe com seus amigos!

Related Posts

About Ademir Cruz

Check Also

Quer Conhecer os 50 Motivos para Você Morrer de Rir? Assista ao Vídeo

Quer Conhecer os 50 Motivos para Você Morrer de Rir? Assista ao Vídeo5 (100%) 3 ...